Como a data da noite salvou minha vida sexual

Feliz Primavera!

Com uma mudança de temporada vêm novos patches e metas. Gostaria de propor que ter uma noite de data semanal salvará sua vida sexual.

Não importa se o seu relacionamento sexual atual é quente ou não.

Os casais que se comprometem a ter tempo sozinhos juntos em uma base regular estão ajudando seu relacionamento de duas formas distintas. Primeiro, o tempo que passamos conversando, compartilhando e participando de uma atividade ajudará a criar e manter nosso vínculo de intimidade emocional.

Em segundo lugar, ter tempo sozinho ajudará a proteger nossa privacidade das incursões de crianças, empregos e estresse da vida. Em suma, ter e manter uma conexão emocional contribuirá para salvar sua vida sexual ao mantê-lo próximo e priorizando sua relação.

Alguns casais lutam com este conceito da noite semanal. "Estamos tão ocupados, não temos tempo", ou "não temos nenhuma assistência à infância", ou a verdadeira razão "eu prefiro ter esse tempo sozinho ou com meus filhos".

A maior parte do motivo, na minha opinião profissional, de que o estado do casamento está em declínio e a qualidade da nossa conexão sexual é horrível é porque não tomamos o tempo necessário para estar em conexão uns com os outros.

Se você quiser evidenciar isso, apenas olhe o roteiro sexual da América.

Um roteiro sexual é essencialmente um modelo do que um casal faz sexualmente quando estão juntos. Um exemplo de um bom roteiro sexual inclui beijos, preliminares (dar e receber) e relações sexuais.

Como um terapeuta de casamento e sexo que vê pacientes durante todo o dia, o roteiro sexual que eu costumo ouvir de casais que sofrem de insatisfação sexual ou marital, geralmente, é previsivelmente algo assim.

O homem iniciará o sexo perguntando verbalmente "Você quer?", Seguido por 30 segundos de beijar (embora às vezes esta parte seja completamente opcional) seguido de relações sexuais secas e desconectadas.

Eu não sei sobre você, mas para mim isso soa como uma receita para o desastre, o que inclui estar muito deprimido com relação ao fato de sermos sexual. É por isso que o baixo desejo sexual é desenfreado no mundo de hoje; é porque quem deseja fazer isso? Lame com um Capitólio "L", certo?
Masturbating começou a parecer mais satisfatório
.
O que eu digo aos casais para avançar é reservar um tempo e um dia consistentes na semana para se conectar, é como ter uma data de intimidade emocional para voltar em conexão durante o jantar, cocktails ou uma caminhada.

Então, sugiro que concordemos mutuamente em acompanhar a data de intimidade emocional com uma data de intimidade física que inclui beijos, toques, preliminares e, finalmente, sexo. Sem pressa, deixe o roteiro durar 30 a 45 minutos, se você perder sua ereção não entrar em pânico, basta concentrar-se em fazer outra atividade, como as preliminares para ver se você pode recuperá-la. A maioria dos scripts são apressados ​​devido à preocupação de perda de ereção.

Ao se concentrar em ter esse tempo de data semanal reservado, você pode conseguir reconectar emocional e sexualmente e proteger seu relacionamento de se deteriorar.

Ao ter um roteiro sexual mais longo e mais satisfatório, você eliminará a disfunção sexual ao permitir que seus corpos se tornem completamente excitados e relaxando no processo de sexo.

Lembre-se que a falta de desculpa de "não temos tempo" ou "não podemos encontrar uma babá", confie em mim quando eu digo que organizar esses componentes é muito mais simples e mais barato do que organizar uma separação ou um divórcio porque alguém se sente infeliz e ignorado.

Salve sua vida sexual e, finalmente, seu casamento, fazendo o compromisso com vocês mesmos e entre eles para dar o presente de uma conexão semanal.

Uma conexão saudável em seu relacionamento é o presente que continua dando, todas as quatro estações.

  • A história da vida explica nossas respostas às recessões financeiras
  • Os animais podem ser santos?
  • Hábitos emocionais: a chave para o vício
  • Os seus pais sonham sobre o dia do seu casamento? O Highbrow Media Dreams Small, Too
  • Por que lido em casa é tão imersivo
  • Revisitando o racismo no esporte
  • Viciado em opiáceos: um comentário cauteloso e uma discussão de caso
  • Dia 7: Jackie Goldstein sobre comunidades de cuidados
  • Viajando Gay-Class
  • Por que os psicopatas masculinos e femininos ganham mais sexo
  • Os homens são classificados como menos atraentes do que as mulheres?
  • Vivendo juntos? Casado agora mesmo? Os desafios do primeiro ano
  • Episódios Assustadores de Abuso Infantil
  • Estilos de apego: qual eu você trouxe para a festa?
  • A verdadeira razão que as pessoas pensam que a promiscuidade está errada
  • Os preservativos impedem a sensibilidade erótica?
  • Casais agonizando uma criança
  • O que é negligência emocional?
  • Poder e Emoção
  • Três segredos sobre trabalhar e ganhar dinheiro
  • Monogamia está desatualizada
  • Você é uma bagunça total!
  • Predadores Backwoods
  • Fechando a diferença do orgasmo
  • Enganchando novamente? Ou, obteve um caso ruim de repetição?
  • Mitos sobre a poliamoria
  • Devemos esperar erros culturais interculturais?
  • Manipule seu caminho para um melhor relacionamento
  • Quando tudo falha, experimente psicologia reversa!
  • Perfeitamente pós-parto
  • 3 formas comprovadas de uma lista podem revolucionar sua vida amorosa
  • Aprendendo pela pornografia
  • Carboços Deprimidos e Craving - Addiction De Açúcar Do Tipo 4
  • Reparando um mundo que está fora de equilíbrio
  • Entrevista com Randy Suan Meyers
  • Pesquisas de pesquisa de sexo de um homem heterossexual